15 de ago de 2012

Para site espanhol, está confirmada a suspensão do F-X2 e vem aí o F-X3



Nova concorrência F-X3 teria outro formato e mais aeronaves que a lista atual de três finalistas – até lá, seriam adquiridos caças “tampão” usados ou aeronaves de treinamento de caça (LIFT)

-
Segundo artigo assinado por Javier Bonilla no site espanhol defensa.com, está confirmada a suspensão da licitação de caças da Força Aérea Brasileira (FAB). O artigo cita notícias que já são conhecidas por aqui, mas traz também algumas informações interessantes, pelo que trazemos aqui os pontos principais (para ler texto em espanhol, na íntegra, clique no link da fonte ao final da matéria).
Segundo Bonilla, faltando pouco para cumprir-se 14 anos do primeiro pedido de propostas, o Governo Brasileiro decidiu postergar seu programa por razões financeiras. Um novo programa chamado F-X3 deverá ter outro formato, com uma lista mais ampla que a atual (que compreende o favorito político Dassault Rafale francês, além do Boeing Super Hornet norte-americano e o Saab Gripen NG sueco).
O artigo afirma que a situação entre o Governo (que avalia a aquisição de um Boeing 747-8 presidencial) e a FAB anda tensa, e muitos interpretam o recente voo baixo de um caça Mirage 2000 em solenidade, que causou a quebra de vidraças de edifícios governamentais, a um protesto dos militares fartos do processo.
Entre alternativas analisadas, está a aquisição de uma dúzia de jatos usados mas ainda válidos, os chamados caças “tampão”. Os candidatos seriam os Mirage 2000 modernizados dos Emirados Árabes Unidos, os Gripen de primeira geração, F-18 armazenados no deserto, ou mesmo israelenses Kfir C-10. Ainda estaria entre as alternativas a incorporação de um LIFT (treinador de caça avançado), o que seria totalmente dependente de compensações industriais e linhas de crédito bastante suaves.
FONTE: Poder Aéreo


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...